quarta-feira, 13 de maio de 2009

HORÁCIO REYNALDO (1968)

EP ALVORADA, 1968

Este Brasileiro fez praticamente toda a sua carreira em Portugal, a solo ou com os seus Camundongos. Lançou uma série de discos em várias editoras. Nos vários discos que editou, cantou e tocou um pouco de tudo! Desde o samba ao fado, da marcha á canção ligeira, passando pelo .
Neste EP, destaco o tema "Eu sou trabalhador". Musica com um ritmo bastante e com uma letra bem humorada.

19 comentários:

bissaide disse...

Este não conhecia, mas ele tem de facto discos até dizer chega! O último trabalho que conheço dele é o single "Canção da Comunidade", de 1973, também na Alvorada. O que será feito de Horácio Reynaldo?

Fantomas disse...

Sim, tem discos na Ofir, Orfeu, Alvorada e não sei se não terá nenhum na Raposódia :)
Sim, realmente será que ainda é vivo?

bissaide disse...

E ainda na Marfer, Parlophone e Tagus! E Rapsódia, sim, que são os mais antigos que lhe conheço. Se for vivo (e espero que sim), o Horácio Reynaldo deverá estar pelos 80 anos.

Fantomas disse...

Sim!! Na Marfer também tenho 1 ou 2 ep`s. Deve andar por essa idade mesmo!

ssd disse...

No geral eram originais ou versões?

bissaide disse...

Dos discos que conheço, na maioria eram originais.

bissaide disse...

Depois do 25 de Abril, ainda gravou também uns discos para a etiqueta Roda, um deles de título "Revolucionário".

Fantomas disse...

Sim, realmente eram quase todos originais!
Bem..., ele devia ser cá um revolucionário!!!! hahahaha!

xispe disse...

Recordo-me no final dos anos 70 de ouvir o "Relato maluco","a muie e o automovel", entre outros ainda hoje deixa saudade, alguem sabe como è que podemos voltar a ouvir essas musicas bastante engraçadas, com o pais neste estado bem que era preciso outro Horacio Reynaldo.

bissaide disse...

Tanto quanto sei, não há nada do Horácio Reynaldo em suporte digital...

Artemisia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
bissaide disse...

Será que desapareceu assim tanta coisa no incêndio do Chiado? Pergunto isto também porque apenas uma pequena parte da obra do seu pai foi gravada para a VC. Já agora, quando e onde nasceu Horácio Reynaldo? Cumprimentos

Reinaldo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Reinaldo disse...

Meu nome é Reinaldo Horácio Rodrigues Nunes, sou o filho mais velho de Horácio Reynaldo Monteiro De Figueiredo Nunes.Tambem sou musico e compositor.Meu pai faleçeu no final de 1993 no entroncamento onde se encontrava a fazer trabalho para a Sociedade Portuguesa de Autores, infelizmente grande parte da sua obra ardeu no incendio do Chiado nos arquivos da Valentim de Carvanho.Para mais informações o meu contacto movel é 936059009.
Obrigado pela dedicação.

Reinaldo disse...

Nasceu no Bairro de São Paulo em Luanda no dia 26 de Setembro Há 87 anos

Joao Jesus disse...

Boas

Grandes recordações do Horacio Reinaldo.
De facto sim ele era Angolano,conheciu-o era eu tripulante do navio Uige e trouxe-o de Angola para Portugal em finais de 73 (outubro Parece).

O Horacio era muito amigo dos electricistas do paquete,andava ate a ensinar um deles a tocar guitarra.

eu era um jovem de 18 anos e tive a sorte do Horacio simpatizar comigo,a partir dai,sempre que o navio parava iamos a terra juntos.

De facto ele contava estorias maravilhosas da sua gente de Angola,e falava de um filho que afinal esta neste blogue.

Tinha ele na altura um disco que era se me nao falha a memoria.
(Africa meu verso de embalar,com palmeiras ao luar).

Os meus cumprimentos e vou ficando por aqui.

Obrigado

Anónimo disse...

Olá amigos; tenho 4 cancoes gravadas de Horacio Reynaldo gravadas d,um disco de minha irma. As cancoes intitulao-se...Mulher Gorda,..Isso é lá com Santo Antonio,..Roda da Sorte,..Luanda Cor de Prata,...No dito disco encontram-se referencias a 6 discos gravados, mas creio que Horacio Reynaldo tenha gravado até 1965 cerca de 8 discos de 4 cancoes cada.

Dília Maria Lobo Nunes disse...

Sou Dília Maria Lobo Nunes, Filha de Reinaldo Nunes, irmão de seu Pai Horácio Reinaldo, só por parte de Pai. Conheci-o,ainda em Luanda através do meu irmão mais velho Jorge Nunes, era eu uma garota. Procuro com uma prima reportório do seu Pai,entre elas África Minha, ói...que o meu Pai nos ensinou desde muito jovens. Como não sei nada da família do meu Pai gostaria de saber se me pudesse dar qualquer informação. O meu Pai já faleceu há 30 anos e do casamento com minha Mãe, também já falecida somos 6 filhos. O seu Pai, meu Tio era uma pessoa na altura muito triste por não estar perto de si. Isto contava o meu irmão Jorge Nunes, filho só do meu Pai. Se puder dê-me notícias dele. Vivo presentemente em Lisboa.Tinha muito que lhe contar sobre o seu Pai, meu Tio! Um Abraço, Dília Nunes

JMAbreu disse...

Olá a todos, deste Blog revivalista, sem ser-mos saudosistas! porque afinal e como alguns comentários, será que se perdeu assim um espólio devido ao incêndio do Chiado? ou será que este nosso Portugal não preservou esse mesmo espólio em locais, ou as produtoras não se interessam, porque economicamente não é uma mais valia? ou será que alguém neste país só quer as megalomanias? e não se dá a conhecer às novas gerações o que tivemos num passado e que sem esses não sei o que seria-mos hoje de tantos exemplos na música.
Por fim gostaria de acrescentar o seguinte; somente por curiosidade deste tema, "Isto é Lá Com Santo António", embalou as nossas rádios da qual ficará sempre nas nossas memórias, embora o original seja do "Lamartine Babo" mas um tema bem conseguido por este senhor Horacio Reynaldo, que numa das minhas investigações pelos meandros da Net aqui cheguei. Gostaria e se fosse possível obter algumas das músicas, se não fosse pedir demais.
Deixo aqui o meu mail:
jorgemanuelabreu@gmail.com

Os meus agradecimentos por estes momentos e de conhecimento sobre os nossos autores e cantores.
Saudações cordiais.

Funchal / Madeira

JMAbreu