domingo, 28 de outubro de 2007

OS STEAMER`S

EP RR, 1970

Alguem sabe alguma coisa destes tipos?????????????
De onde sairam os elementos desta banda de Garage Punk Psicopimbadélico????
Seu som é estranho, hipnótico, sujo, foleiro, kitch, psicadélico, ácido...
Verdadeiros outsiders num Pais cinzento e triste.

58 comentários:

bissaide disse...

O Luís Ramos - filho do guitarrista de fado Miguel Ramos - integrou depois os Elo e os Ferro & Fogo, tendo gravado os dois primeiros singles deste grupo. Outro dos membros, o Dário Foito, era e continua a ser membro dos 6 Latinos. Este EP dos Steamers vale, na minha opinião, pelo excelente momento de pop rock psicadélico que é "Será Assim Até Morrer", único tema do grupo reeditado em CD. Abraço!

Fantomas disse...

:-), obrigado pela informação!!!!!!
Sim, esse tema é o melhor do disco.

ARISTIDES DUARTE disse...

Lembro-me bem do Luís Ramos, o Franjunhas , nos ELO e nos Ferro & Fogo.

ARISTIDES DUARTE disse...

é Franjinhas e não Franjunas.

ié-ié disse...

Na colectânea "Music Box 60's".

Luís

Eduardo F. disse...

Sim, mas eram de onde? E quando se formaram?
Ou, à falta de saber, onde deverá ter sido tirada a foto da capa?

Eduardo F. disse...

Mas que capas mais lindas, amigo!. Aquela cor, viva, azul suave...
Preciosidades até para os olhos.

Abraço.
Edu

Fantomas disse...

Pois!!!! Eu penso que eles fossem da zona de Lisboa. Mas não tenho a certeza.

Eduardo F. disse...

Essa editora, Riso e Ritmo, não é?, é muit antiga? Era portuguesa, não era?

Fantomas disse...

A Riso e Ritmo era portuguesa e começou a sua actividade em finais de 1966 (penso eu).

Eduardo F. disse...

Muito obrigado, amigo.
Essas informações, parece que não, mas são muito úteis...

Obrigado em avanço para toda ajuda que possas dar para o Mostrai-vos.

;)
Força, estamos todos a lutar pelo mesmo.

Victor disse...

Pois, eu fiz parte da banda e a minha alcunha era "O Carocha", tocava orgão e o baixista chama-se "Beto".A banda original nasceu em Algés. em 69/70. A melhor formação, ou seja a segunda e ultima, integrava o Dário, o Franjinhas, o Beto e eu. o nosso estilo era os blues e o soul, esse disco não tem nada a ver com a verdadeira qualidade da banda. o.k. malta, estão informados. Carocha.

Victor disse...

Olá Eduardo
A foto foi tirada onde é hoje a expo.
è dificil de situar o local exacto porque aquilo era "quase a licheira de Lisboa"
estás informado.
Carocha

Victor disse...

Olá Fantomas
A Riso & Ritmo era na verdade uma editora portuguesa e tinha como sócios os actores "Armando Cortez (infelizmente já falecido) e o Francisco Nicholson os estudios situavam-se na Rua Nova da Trindade (ao lado do teatro Trindade) em Lisboa. Se quiseres saber + coisas envia 1 comentário. Carocha.

Eduardo F. disse...

Amigo Victor,
muito obrigado pelas informações.

Vai aparecendo.
:)

Victor disse...

OK Eduardo
aparece tambem
Carocha

Fantomas disse...

Muito obrigado Carocha pelas informaçoes :). Já agora, a banda durou até quando? Tinham mais musicas originais?

Um abraço

Victor disse...

BOA NOITE FANTOMAS
A BANDA DUROU ATÉ (AGORA É QUE SÃO ELAS) FINAIS DE 70 PRICIPIO DE 71.
AQUELA BANDA ERA ESTRANHA, NAQUELA ALTURA VIVIAMOS NOUTRO PLANETA, PROCURAVAMOS SONS IRRITANTES E LETRAS CAUSTICAS PARA CHATIAR O SISTEMA. VOCÊS FALAM NO "SERÁ ASSIM ATÉ MORRER" MAS O "I AM A CHANCHO" RETRATAVA BASTANTE BEM COMO ERA PORTUGAL (O ANALFABETISMO,OS ORDENADOS MISERÁVEIS, O DIREITO À HABITAÇÃO, ETC.)
MUSICAS ORIGINAIS TINHAMOS MUITAS, PODES NÃO ACREDITAR, MAS, TODOS OS DIAS FAZIAMOS COMPOSIÇÃO EM CIMA DO PALCO, TENHO PENA QUE O DISCO TENHA SIDO BOICOTADO POR PESSOAS CONIVENTES COM O REGIME DO SALAZAR. HAVIA UM PROGRAMA DE RÁDIO QUE PARTIA OS DISCO EM DIRECTO E O NOSSO FOI UM DELES.
MAIS UMA CURIOSIDADE:-
ESTAVA A MALTA A TOCAR NO "CACO" NA RUA CAMILO CASTELO BRANCO EM LISBOA E TINHAMOS UM PANO EM CIMA DO ORGÃO (VOX CONTINENTAL) QUE DIZIA "LIBERDADE", NÃO SEI COMO APARECERAM DOIS AGENTES DA PIDE E DISSERAM PARA RETIRARMOS O PANINHO.
E NÃO ERAMOS COMUNISTAS. (SEM OFENSA PARA NINGUEM), NESSA ALTURA TINHAMOS UM FORTE SENTIDO DE LIBERDADE.
PRONTO, EU FALO DEMAIS, DESCULPEM LÁ QUALQUER COISINHA.
ABRAÇO
APARECE FANTOMAS

Victor disse...

OLÁ FANTOMAS
OLÁ FANTOMAS
VOU AGORA MESMO ENVIAR PARA TI 1 OU 2 FOTOS DOS STEAMERS
SEGUNDA FORMAÇÃO E TERCEIRA FORMAÇÃO.~
TAMBEM TENHO QUE ENVIAR PARA O BISSAIDE.
ATÉ JÁ.

ABRAÇO

CAROCHA

Victor disse...

quando voltas fantomas???
vais ter um monte de surpresas

abraço


carocha

Victor disse...

vocês devem estar ainda na camita
eu vou para lá agora

fantomas espero ansiosamente pela recepção dos mails

+ 1 abraço

carocha

Victor disse...

Fantomas
Não te squeças de aparecer
hoje enviei + fotos para o teu mail

abraço

carocha

Fantomas disse...

E muito agradeço :)

Um abraço

Moveis disse...

Meus caros

Tive o previlegio de ver algumas actuações dos "STEAMERS" numa boite de Lisboa, na época.
Grande banda, belas vozes.

Fica aqui a minha sincera homenagem aos "STEAMERS".

Mais uma vez obrigado.

Victor disse...

Caro Moveis
fico imensamente grato pela homenagem.

Obrigado

Carocha
(Steamers)

Fantomas disse...

:)

Victor disse...

Cariiiiiiisimo Fantomas!!!
É muito giro, as pessoas ainda se lembrarem dos Steamers.
Fiquei emocionado.

Abraço

Victor
(Carocha)

Victor disse...

Fantomas

Boa ideia, quando publicaste os Steamers, com maus comentários.LOL...

Victor disse...

Fantomas

Amigo. Que se passa contigo???

Abraço

Carocha

Victor disse...

Bissaide

Por acaso tens o telefone do "Ex-Steamer" Dário Foito???

Victor
carocha

Victor disse...

Oh! grande amigo FANTOMAS

A voz do dono???
"OS DOIS RAPAZES"???
E já agora quais foram as musicas que gravaram???

Alguma versão portuguesa do "Tom Dooley"???

ès o maior eheheheheheheheh

Grande abraço

Victor Queiroz
(Carocha)

Fantomas disse...

Amigo victor :)
Eu tenho esse ep gravado num cd.
Agora é impossivel saber os nomes das 4 canções, mas uma coisa é certa! Está no disco uma versão do "Tom Dooley". Outra canção que me recordo é "Exagerada". Depois, quando tiver com o meu disco externo, vou ver se tenho lá mais informações.
Já agora, sabes mais alguma coisa em relação aos "OS DOIS RAPAZES"?

Um abraço grande

Victor disse...

Olá Luis
epá, não consigo entrar no blog.

Victor disse...

Oi Filipe, desculpa lá o engano (Luis é o LPA)eheheheh.

Está tudo bem contigo nessa terrinha simpática onde trabalhas e onde eu já trabalhei???

Um dos elementos dos "DOIS RAPAZES" era filho do meu professor da primária (o professor Andrade, não me lembro do nome do filho) e quando o Andrade estava doente, era ele que nos dava aulas. (o tipo "o filho" deve ter agora 70 anos).
Moravam em frente da antiga Escola Comercial Ferreira Borges, ao Calvário.
Foi ele que me introduzio o bichinho da musica. Ainda me lembro de lhe pedir para pegar na sua guitarra (e já era eléctrica), tinha eu prai uns 10 anos.
Eles eram oriundos da Madeira, terra de grandes bandas.
Tudo começou com "OS CONCHAS", "OS DOIS RAPAZES" e o "DANIEL BACELAR".
"OS DOIS RAPAZES" foram lançados pelo Passatempo para Jovens, no velho Cinema Restelo. Depois, nunca + o vi.
è tudo o que sei.
Gostava de gravar esse teu EP. Pode ser???

Grande abraço
Victor
(Carocha)

Fantomas disse...

Olé victor :)
Pois... estou agora no trabalho. O grande problema é que o cd está em portugal e ir lá agora... Mas assim que o tenha, envio-te as 4 musicas.
Penso que eles só editaram esse ep.
Um abraço

Victor disse...

OK. Filipe

Fico a aguardar essas musicas, vou gramar ouvi-las.

Grande abraço

Victor disse...

Caro Moveis

Tambem lhe faço a mesma pergunta deste post:
O Tosco???

Moveis disse...

Olá Sr. Victor (Carocha)

sim, foi no "Tosco" e algumas vezes no "Caco".

No Caco com dois elementos que depois sairam. Excelentes vozes e instrumental mais fraco.

No Tosco, excelentes vozes e com um instrumental divino.

Ficava pasmado com o vosso estilo (no Tosco), blues e soul.

Ainda me lembro quando apareceu por lá dois elementos dos "MUNGO JERRY" e os srs convidaram esse 2 elementos para tocarem e eles disseram que não era o seu estilo. Ouvi tudo, porque estava na mesa junto ao orgão.

Ainda hoje, oiço o vosso disco.

Obrigado pelos momentos musicais.

Victor disse...

Caro Moveis
O sr. é uma enciclopédia dos "Electrónicos" dos "Siderais" e dos "Steamers".

Lembro-me dos "Mungo Jerry" quando estiveram no "Tosco". Começo a ter uma vaga ideia do sr.
Ficava sempre na mesinha (pequenina junto ao orgão e tinha barba???)e aplaudia desmesuradamente (desculpe a expressão, mas não encontro outra).

Sim, no Caco, ainda estava o Carlos Pedro e o Zé Grilo, depois foram para a Holanda para fugir à tropa.

No Tosco era eu no orgão/o Dário Foito na bateria/o Franjinhas no solo/ e o Beto no baixo, e concordo consigo, Grande formação (modéstia á parte).

Ainda hoje ouve aquele disco horrivel???, desculpe, nunca gostei do disco...

muito obrigado por aparecer, fico deveras grato.

Abraço

Victor Queiróz
(Carocha)

Moveis disse...

Caro Victor
Sim, tinha barba e ficava sempre na tal mesinha pequenina. Aplaudia com emoção.
Ainda ouço o vosso disco e não acho horrivel.
è um estilo diferente daquilo que faziam ao vivo.
De qualquer maneira, eram um grande grupo, isso não há duvida.

Abraço

Victor disse...

Boa noite carissimo Moveis
Desculpe se fui um pouco corrosivo, mas sempre disse aquilo que penso.

Victor disse...

Como gosta tanto dos "STEAMERS" e não só (quando digo não só, refiro me aos "ELECTRÒNICOS" e aos "SIDERAIS"),
tenho uma novidade para si:
Hoje falei com o Franjinhas que como deve saber era o guitarra, já não falavamos há uns bons 20 anos (´não é Franjas?)já deve estar a adivinhar que ele talvez vá aparecer neste post.
Que tal esta novidade???
Ele disse que está a formar uma nova banda, gostei. Eu já não tenho pachorra para bandas, prefiro tocar sózinho.

Grande abraço e comente

Victor Queiróz
Carocha

Victor disse...

Olá oh grande Fantomas. eheheh.

O Luis Futre enviou-me as 4 musicas dos "DOIS RAPAZES".
Está tudo bem contigo???

Aparece

abraço

Victor

Victor disse...

Stone
Aparece no post dos Steamers, neste blog.

Victor disse...

Epá. Fiquei baralhado, é ao contrário.
Desculpem.

Humberto disse...

Victor, falas no "franginhas" que era o vosso guitarrista, e que era do Alto de Sº. Amaro, mas eu conheci um puto de Algés ai nos anos 70/71 que era guitarrista e andava sempre (pelo menos quando o encontrava)com a guitarra, será que é o mesmo? devo dizer apenas o conhecia por o ver passar, e era amigo de amigos meus.

Victor disse...

Olá Stone
É possivel. Os primeiros Steamers nasceram em Algés. em 67/68, esta data é que está certa.
Abraço e aparece + vezes

Victor Queiroz
Carocha

Victor disse...

Convem explicar que o "HUMBERTO" é o "STONE".A mesmissima pessoa...

Humberto disse...

vitor, que é feito dos irmãos Fernando e Tony , que também foram para a Holanda, tinha uma vivenda com garagem em Algés onde ensaiavam, nunca mais sobe dele, da ultima vez que os vi foi na passagem de ano de 69/70 numa festa na garagem deles, também estavas la? Eu não me recordo, nem me lembro quem estava comigo.

Victor disse...

Olá Stone

O Fernando Mauricio, já me dissaram que está a tocar numa boite na linha de Cascais, nunca + o vi. Ah! espera. Tenho aqui um mail recebido hoje que me dizem que ele está a tocar na "CHOUPANA" na Linha.
O Tony Mauricio, bazou para a Holanda para fugir á tropa e de momento está a tocar com o "ZÈ CABELEIRA" na televisão num programa marado, (daqueles programas para o zé povinho).
Nessa passagem de ano, eu não estava lá, estava a tocar com Os Steamers no Tosco.
Tabem já me disseram que eles vivem na Parede.

Abraço
Victor Queiroz
Carocha

Victor disse...

Stone
Tens o mail fechado para obras???

stone disse...

Vitor, não tenho email fechado vou varias vezes por dia vê-lo

Victor disse...

Tudo bem Stone.

Victor disse...

Olá Filipe Fantomas
Não respondes aos meus mails???
Pois, já percebi...

Abraço

Victor
Carocha

Victor disse...

Oi! Stone
Não sei se poderei ir ao almoço do zé cid. Depois confirmo contigo. O Franjas disse que seria uma boa ideia, logo, ele tambem deve ir...

Abraço

Victor
Carocha

Fantomas disse...

Infelizmente nao tenho tido tempo nem meios para andar por aqui...

Um abraço grande

Victor disse...

Olá Filipe

Hoje enviei mail para ti, ainda não recebi resposta.

Grande abraço e calma

Victor
Carocha

Anónimo disse...

Muitos parabéns pelo monumental som e é o maior ataque que conheço, sem metáforas, ao Portugal de Salazar e Marcelo, é incrível como conseguiu ser editado à época, vocês já estão na História com "H" grande. E quanto a um reencontro? Luís Lamy